(561) 929-1089

marina@fiveringsflorida.com

980 N Federal Hwy, Suite 110

Boca Raton, FL 33432

9:00 AM - 7:00 PM

Segunda à Sexta

Hipoteca Nos EUA: Entenda Como Funciona
2 de March de 2022

Hipoteca Nos EUA: Entenda Como Funciona

Se você busca comprar seu próprio imóvel em terras americanas e se livrar de uma vez por todas do aluguel, com certeza já ouviu falar sobre a hipoteca nos EUA, a famosa mortgage, não é mesmo?

Afinal, esse é um dos métodos mais comuns entre os cidadãos dos Estados Unidos para adquirirem sua casa — o censo do governo estima que mais de 60% dos proprietários de casas fizeram uma hipoteca (mortgage). Ainda assim, segundo a PolicyAdvice, empresa de seguros, um terço dos americanos não sabem como esse tipo de crédito funciona.

Conheça todos os detalhes neste artigo e evite dores de cabeça na hora de realizar seu sonho de ter uma casa própria nos EUA!

O que é uma hipoteca (mortgage)?

A hipoteca (mortgage) é um tipo de financiamento imobiliário. Nela, o banco compra um imóvel à vista e a dívida é paga em parcelas pelo devedor.

Esse é um procedimento bem comum para outros tipos de empréstimo. A particularidade, no entanto, é que o próprio imóvel é usado como garantia para o pagamento: caso as parcelas não sejam pagas, o banco tem o direito de tomar a casa e reaver o dinheiro emprestado.

Como funciona a hipoteca nos EUA?

Financiamentos para adquirir imóveis existem em quase todos os lugares do mundo, mas cada um funciona de uma maneira diferente. A hipoteca nos EUA tem suas próprias regras e características gerais, como:

  • a casa fica no nome de quem solicitou o crédito, não no da instituição financeira que empresta o dinheiro;
  • o pagamento pode ser realizado dentro de 15 a 30 anos;
  • os juros tendem a variar entre 3,5% e 5%;
  • o valor dos juros pode ser deduzido do Imposto de Renda;
  • para estrangeiros, o financiamento pode ser de até 70% do valor do imóvel.

Elas são, em geral, grandes atrativos para os brasileiros buscarem seu primeiro imóvel. Os juros são menores do que os encontrados no Brasil, até mesmo turistas podem adquirir uma casa nos Estados Unidos e, por ser um empréstimo de longo prazo, as parcelas parecem mais um aluguel do que qualquer coisa.

Assim, o pagamento é bastante gerenciável para quem consegue organizar suas finanças — passo essencial para quem quer fazer um investimento tão grande.

O recomendado é que o valor da casa não seja superior à renda familiar total multiplicada por 2,5. Com isso, também é melhor não se comprometer com parcelas que sejam mais do que 25% do seu ganho mensal.

É necessário conhecimento sobre seus próprios gastos e finanças para que a compra seja tranquila, sem surpresas e sem dificuldades. Se você não sabe como fazer isso, conheça um sistema infalível para atingir seus objetivos financeiros e tenha a casa dos seus sonhos!

Share: